quarta-feira, junho 15, 2011

BLOGAGEM COLETIVA - FASES DA VIDA - 4ª FASE - JUVENTUDE


Quero iniciar meu post falando da pessoa que muito marcou minha juventude:
Maria Aparecida de Lourdes, assim sua mãe a batizou. Assim sua mãe quis sobre ela a graça triplicada  e   proteção triplicada também, pediu  à  Nossa Senhora para a vida dela. De  alma generosa, inteligentíssima, culta, elegante, cheirosíssima, sempre pronta a ajudar, amiga demais e uma pessoa vitoriosa.  Assim é Maria Aparecida de Lourdes, a pessoa, a irmã que eu não tive,  agora  mais presente ainda em minha vida.

Nossa amizade era bem anterior ao meu namoro com  Tony, seu irmão.  Com 18 anos fui fazer meu curso Normal na cidade vizinha, onde ela  morava e para minha felicidade ela me pedia para ficar com ela nos finais de semana e eu ficava. Aos domingos íamos aos três cinemas que havia na cidade. Era um barato, assim como o colégio e as novas amizades que  iam se fortalecendo. Entrei para uma turminha super legal: Teca, Lurdeca, Zeca(eu) e Tela. Olha só:
Foto clássica na classe. Na esquerda, Neiva,  eu bem no meio e Teca a nossa querida patricinha da época.
Onde andarão essas meninas todas do meu Curso Normal?
Que foi feito delas? Nunca mais eu tive notícias!


Saudades imensas dessa classe! De vez em quando minha turminha e eu  ficávamos a noite toda estudando para as provas, à base de coca-cola para não dormirmos. Maristela, a primeira sentada à direita, de cabelos longos e loiros, e eu, nos matriculamos para fazer datilografia, e fizemos?! Qual nada, íamos para a matinê assistir o filme em cartaz. Agora eu estou aqui digitando com os indicadores e catando milho, rsrsrs! O bacana é que nunca fizemos besteira alguma. Tudo era muito saudável, sem nenhuma malícia. Ah! Anos verdadeiramente dourados foram aqueles. 
Que revolução no mundo, principalmente  nas artes em geral, no comportamento, enfim, minha filha mais velha sempre diz que queria ter nascido nessa época onde reinava Beatles, Mary Quant com o lançamento da mini saia que causou furor.  
No colégio então, era um tal de enrolar a saia para que ela ficasse curta! Repare na foto abaixo. Rsrsrsr! 
Eu copiava  a maquiagem dos olhos  de Twigg,  e nunca mais fiquei sem pintar meus olhos. Só deixei os cílios postiços e ultimamente o rímel.
Tony ficava no Rio e quando ele vinha era aquela paixão! Eu levitava! Ele trazia as novidades. Fui uma das primeiras na cidade a usar o verdadeiro jeans  Lee e também os blusões americanos de moleton. Na foto abaixo, Tony usa uma camisa vermelha estampada de branco que ele mandara vir de Londres da famosa rua Carnaby Street, por onde andavam os Beatles.

A kombi era alemã, da Embaixada da Alemanha com porta de correr e vidros grandes. Aqui era novidade e atraía gente prá caramba ao redor dela. Tinha um enorme gravador e passeávamos ouvindo as músicas de sucesso da época e a que mais ficou  na minha memória é "Midnight Cawboy."  Lembranças muito fortes de acontecimentos muito marcantes.
Dezembro de 1969 recebia meu diploma de professora pelas mãos de Áurea, nossa excelente professora de Português. 
Também nesse ano, fui com a irmã dele conhecer o Rio de Janeiro. Fomos pegos de surpresa nessa foto, por um fotógrafo de rua. Que feio! Eu fumava! Minha única rebeldia!
Há anos estou livre dessa escravidão!

Tony no Copacabana Palace
Aqui no mar, travessia para Niteroi, não sei bem ao certo!

Tanta coisa prá contar, tantas emoções vividas até que em agosto de 1970, Tony veio me buscar para casarmos no Rio de Janeiro, precisamente na Igreja de São Paulo Apóstolo. Aquela kombi alemã, foi lotada, mal cabíamos nela, por causa de minhas coisas, presentes e enxoval. Nem festa, nem convidados nem grinalda e vestido longo. E quem é que queria? Eu???  Eu só queria ele  e o Corcovado. Chique, né??? Tão pouco havia latinhas penduradas atrás.  Para trás só ficou o povo da minha cidadezinha sem ter o que falar. Bem,  aguardando a próxima fase, e acredito que sairá, não é meninas queridas que bolaram essa postagem tão rica de lindas recordações. Essas meninas e suas idéias geniais:

47 comentários:

orvalho do ceu disse...

Olá, minha querida
Sinto daqui a sua emoção em falar de assunto tão íntimo e cheio de sensibilidade...
Ficou bem efusivo o seu post da juventude... Lindo!!!
Gosto de ver fotos antigas... será que a minha juventude já se foi há tempo??? rsrsrs...
O cigarro era chique na época... (que horror!!!) levava eu maços de algumas colegas da faculdade pra mãe delas não verem... e eu nunca fumei, graças a Deus!!!
Cada coisa que a gente passa, né???
Vc foi mesmo apaixonada pelo seu "pão", hein???
Bacana, menina!!! Aproveitou a vida com tudo o que teve direito... Viva!!!


"O verde só vinga com o Orvalho de Hermon, nas Montanhas do Sião".

Que o seu dia a dia seja amortecido pela força da juventude que habita em vc!!!
Bjs juvenis e de paz

Beth/Lilás disse...

Que lindo post e lembranças!
Eu também vivi minha juventude nestas épocas douradas e sinto muita saudade dos velhos tempos, doces alegrias, cantada pela turma da jovem guarda.
Adorei!
beijos cariocas

margoh werneck disse...

Adoooro fotos antigas.

eu viajei com vc no tempo.....

te desejo dias mais felizes pra sempre!

beijao

✿ chica disse...

Que coisa mais legal.

Adorei ver as fotos e cada detalhe. Tb fiz o curso normal e terminei em 1969, mas já com uma filha e grávida do 2,rsrs


Adorei. Foste brilhante! Tanta coisa linda! E o casamento? legal assim, tanto amor e pronto!


Muito bom! beijos,lindo dia,chica

Valéria disse...

Oi Maria Luiza!
Que belas recordações!
A vida naquele tempo tinha poesia!
Amei!

Beijo!

Felipa disse...

Gostei muito de conhecer este pouquinho de você.
Seu Tony era bem giro!
(Giro quer dizer que era um pão ou um gato, como vocês dizem, por aqui dizemos giro ou então um rapaz todo jeitoso)
Bj

Calu disse...

Ficou um lindo painel, Luiza.Acho que todas nós vivemos esse tempo de rebeldias brandas, tão ingênuas quanto os sonhos que acalantávamos.
cada foto me lembrou a minha época de normalista. Pena que não encontrei o álbum para postar.
Que os dias te tragam toda a a magia vivida!
Bjkas,
Calu

Gina disse...

Maria Luiza,
Vim responder ao seu questionamento. O link para o blog é:
www.nacozinhabrasil.com
Agora estou com domínio próprio, por isso você não conseguiu fazer o link.
Volto depois para ler com calma, ok?

Georgia disse...

Que lindo esse momento nostálgico. Fiquei de queixo caido com a kombi com portas de correr já daquela época, claro a Alemanha sempre tao avancada.

Qto a minha maca sem cedilha é que vivo na Alemanha e o teclado alemao nao tem cedilha, rs.

Faca a sopa, é uma delícia.

Bjao

Bergilde Croce disse...

Salve, Maria Luiza!
Que belo post com tanta historia de vida bem vivida contada pra gente.E,de quebra as fotografias mantendo acesas as suas memorias,parabéns!
Abraços,

Rachel disse...

Olá Maria Luiza!
Outra vez saio daqui bastante emocionada com seu post, como você mesma disse... postagens tão rica de lindas recordações, a sua é uma delas!
Bjuss!!!

Gina disse...

Ôpa, olhe as coincidências aí:
Minha melhor amiga acabou virando minha cunhada.
Usamos muita minissaia, não é mesmo?
Meu namorado também morava longe, o que só aumentava a saudade...
Puxa, só de ler Midnight cowboy já fiquei cantando!
Também tenho uma foto tirada nas ruas do Rio por um fotógrafo.
Ah, mas eu tive as tradicionais latinhas amarradas no carro, ui! Meu irmão ainda pintou com batom "recém-casados" e outras coisas mais. Deu um trabalho pra tirar!
Muito legal seu post!
Bjs.

Adri disse...

Oi, Maria Luiza!
Tão bonitas suas recordações da juventude, amizades que ficam, histórias de um vida vivida :-) Lindo, lindo...beijos!

Ivani disse...

Maria Luiza, que lindo o post!
Que recordações maravilhosas,me fez voltar no tempo também,aliás na mesma época!
Tempo muito bom!!!
Adorei ver as fotos!
Tenha uma linda tarde!
Bjks

AnaCristina disse...

kakakak achei engraçado seu post! ainda bem que parou com o cigarro, coisa feia rsrsrsr Um resfriadinho chato me tirou do trabalho hoje a tarde, entao vou aproveitar para visitar e comentar as coletivas! Depois da uma passadinha la na minha participacao! Bjo

RUTE disse...

Yupi!!! Vc ficou com o Tony!

Aiiiiiii Maria Luiza,
seu Tony é liiiiiidno demais!
Me lembra aqueles actores de cinema...
E olha lá o corpo dele! Corpo de academia!
Agora vou ficar na espectativa de saber as cenas dos próximos episódios!
15 de JULHO, vem looooooooooogo!
Beijinhos,
sua telenovela é nota 10!
Rute

Nana... disse...

Rs que legal essa nostalgia ando assim lembrando relembrando e ate revivendo momentos!

Maria Alice Cerqueira disse...

Boa Tarde!
Que lindo post!
É sempre muito bom e gostoso relembrar a nossa historia, os momentos felizes que vivemos, e para sentir o quanto nós crescemos e amadurecemos.
Não existe nada melhor que viver a nossa vida, com muita alegria.
Adorei ver as fotos e conhecer um pouquinho de voce.
Tenha uma linda semana, coberta de muitas alegrias.
abraço Fraterno
Maria Alice

AnaCristina disse...

kakakak eu nao sou engraçada nao, que me ve na rua tem ate medo de chegar perto, de tao "bicho do mato" que sou rsrsrsr mas eu gosto de pensar que sou engraçada e gosto de fazer as pessoas darem risadas.. rs

pensandoemfamilia disse...

Vc conta sua história com tanto entusiasmo que contagia. Parabéns pelas belas lembranças e foi muito bom poder compartilhar desta recordações.
bjs

Lina disse...

Olá, Maria Luiza!Adorei o teu texto, parece que estou a ouvir uma música dos Beatles!Nesta colectiva estou a encontrar pessoas em que me identifico bastante!Também fiz o curso Normal(Magistério)aí no Brasil antes de vir para Portugal. Estudava num colégio de freiras e também vivia enrolando a saia, uma vez a freira até descosturou a barra de um montão de saias...Ai que saudades desses tempos!Estou a adorar participar desta viagem, gostei muito de te conhecer, obrigado pelo carinhosos comentários e receita da gelatina :)vamos nos encontrando por essa blogosfera.
Beijinhos

✿ chica disse...

Voltei: ri muito do assovio do macaco... Ou se não é eles é o dos pedreiros ceguetas e velhos das obras,rsrs Só!!!

beijos,boa noite,chica

Evanir disse...

Amiga o Tony é muito bonito .
Foi linda sua mocidade minha amida tens lindas coisas para recordar.beijos no coração,Evanir.

ameixa seca disse...

Uma verdadeira revolucionária para a época ;) Ainda bem que deixou de fumar!

Esplendor da Criação disse...

Olá Maria Luiza.
Que bom recordar esse tempo, anos dourados mesmo,era uma diversão inocente, as fotos lindas demais.Obrigada pela visita e por seguir meu blog. Bjs.

Bel Rech disse...

Que linda história, é tão bom recordar coisas que foram boas na nossa vida...
Paz e bem

soniaconsult disse...

Eu tbm fiz o normal, porém já se chamava Magistério.
Em 69 eu nascia e você já era prof
lindas fotos e ricas lembranças
bjos

Denise disse...

É muito bom essa paixão da juventude. Q legal q a sua teve um happy end. Vc me fez lembrar dos uniformes escolares. Tb enrolava a saia do uniforme. Mas o melhor de tudo é ter boas recordações e partilha-las. Muita paz!

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

Olá Maria Luiza,

Sempre me emociono com suas lindas histórias.
Você foi muito abençoada!!!
Viver o Amor em sua plenitude é tudo que queremos na nossa juventude, eu também não posso reclamar pois vivi intensamente.
Lindíssimas fotos postadas, parabéns pela linda história de vida e que Deus te abençoe cada vez mais.
Um grande beijo em seu coração!!!

Lucinhashomeandgarden disse...

Maria Luiza,

Não estou surpresa com a beleza de seu post.
Eu sabia que vinha coisa bonita. Já lhe disse muitas vezes, que sua história de vida cabe num livro.
Não fica com ciume não, mas o Tony era um gatão, hein? Garota, se você reclamasse de latinhas, grinalda e tudo mais...nem sei o que eu faria com você. Risos Realmente você não precisava de mais nada..somente do TONYYYYYYY.
Na minha opinião as suas participações são simplesmente encantadoras.
Beijos

Mariazinha disse...

adorei sua historia....obrigada pela visita...beijos

Dora Regina disse...

Maria Luiza, muito legal suas lembranças.
Suas fotos estão ótimas, eu não tenho foto dessa época,houve uns contratempos e não sei onde foram parar as fotos da minha família.
Interessante a história do seu casamento, para que mais não é amiga, se o melhor já tinha, o seu amado...rsrs
Um abraço!
Obrigada pela visita e comentário.

Anne Lieri disse...

Gina,eu admiro quem consegue contar uma história tão bem!Adorei essa fase de sua vida,contou com detalhes,mostrou fotos muito legais...parabéns!Bjs,

Escola e Comunidade disse...

Querida Maria Luiza,embora meu texto tenha sido didático e hitórico sobre juventude,adorei este teu texto,pois me vi em muitas destas passagens que comentas principalmente a tranquilidade que nós desfrutávamos no nosso dia dia,sem as pressões que hoje os jovens vivem.Parabéns pelo teu texto.Beijos

Élys disse...

Gostei de ler as suas lembranças. Recordar bons momentos faz bem ao coração.
Beijos.

Evanir disse...

Você é um dos anjos amigos que enchem de bençãos meus Dias.
Meus anjos virtual que me ensinam a voar
e mostram onde vou pousar na minha realidade.
Com essa força que recebo tenho certeza
Em breve só terei benção para contar
com o carinho estimulo e aconchego
que recebo.
Por isso eu agradeço essa amizade
que fazem
meus dias serem melhores e mais bonito.
beijos no coração,,Evanir.

Lulú disse...

Olá Maria Luiza.
Linda sua postagem, quantas lembranças boas .
Lá no meu, deixei de falar do tempo do colégio que também foi maravilhoso. O fato é que temos histórias para contar!
Também pelo mesmo motiuvo que você , cato milho aqui com os dois polegares, rsrsrs.
Beijo
Maria Luiza (Lulú)

casa de fifia disse...

oi maria luiza
recordar é viver....
obrigado por dividir com a gente tuas recordações.

bacione

LILIANE disse...

Maria Luiza...
ah ! eu estou aqui vibrando com as historias de cada um..hehehe

menina... que amor mais avassalador."eita nóis"

ah. você era corajosa, amei.
e o seu amado! que coisa mais cheia de charme, heim.

bom demais da conta ser feliz.
beijos.

varandasazuis disse...

Olá Maria Luiza...minha amiga querida!

Lendo suas lembranças e me emocionando...vc tem um dom de bem escrever que mexe com a emoção de quem te lê...parabéns!
Me passe, por favor, o endereço de seu outro blog...estou super...hiper...curiosa..rsrs..deve ser lindo!!!
Obrigada pelas imagens que vc me enviou, são lindas...babei...rsrs!
Encontrei algo pela net que é a sua carinha...rsrs...te enviarei por e-mail!
bjos...muitos!

soninha disse...

Que juventude linda e, com todo respeito,o Tony era um gatinho...rs.bjs menina e que Deus continue abençoando a tua vida e dos teus entes queridos.

Marly disse...

Olá,

Desta vez eu não participei da blogagem coletiva e cheguei aqui de bisbilhoteira, rsrs.
Mas adorei o post, ô época boa esta dos anos 60/70, tão rica e revolucionária, não é verdade? E a sua vida foi um emblema daqueles anos, rsrs.

Beijão e, desde já, bom fim de semana!

Provance Home Banho disse...

Amiga,
Sua história é linda , o amor de vocês é eterno ..
É lindo quando temos momentos belos para contar !!Sei e vejo que foram muito felizes, seu marido sim foi sua alma gêmea , parabéns amiga !!!!

Só tenho a dizer....
Gosto muito de você !!!!!
Bjussssssssssssss no coração.

piedadevieira disse...

Que delícia! Revivi também com você essa fase.
Beijos

Virginia Jesus Fassarella disse...

Maria Luiza, suas histórias são sempre muito boas. Fico sempre impressionada com o seu amor para o com o seu amado, e como disse uma amiga, vocês dois encontraram as suas almas gêmeas. Relembrar é muito bom. Beijos.

Zilda Santiago disse...

Linda história para esta rica postagem!!!Bjs amiga.

clelia colombo disse...

OI ZEZÉ SE ME PERMITE TE CHAMAR ASSIM, VC É UMA MULHER FANTÁSTICA
E MARAVILHOSA EM TUDO QUE FAZ CONHECI SEU BLOG A POUCO TEMPO PARABÉNS E QUANTO AO SEU GRANDE AMORRRRRRR QUE LINDO VC ME FEZ CHORAR E QUE AMOR É ESTE ..... LINDO.. EU NÃO SEI SE VC SE LEMBRA DE MIM.. BEIJO E UM GRANDE ABRAÇO