domingo, abril 15, 2012

BC - DESENCANTO



" Tu estás em mim,
 Como o sol nos dias mais brilhantes,
 Como os pássaros no céu azul,
Como flores na primavera,
Como as águas nas fontes murmurantes.


Linda idade! Éramos assim:


Eu nos meus tenros 13 anos e ele nos 20.
 Mais experiente,  serviu o exército  em Brasília.
Tinha orgulho de ter servido 
no Batalhão da Guarda Presidencial, 
recebeu o diploma de honra.
Ele enviava fotos e cartas 
para a família e sua irmã, 
as levava no colégio e líamos.
Eu nada dizia mas achava-o lindo, 
mesmo usando aquele óculos
para  correção de estrabismo. 
Comecei a amá-lo aí, pelos meus 10 anos.
Lembro-me perfeitamente 
quando ele foi na escola 
despedir-se da irmã e do irmão 
que estudavam na mesma 
classe que eu, 
porque ele estava indo para servir o exército.



Essa foto ele a tirou para me dar 
e a minha, eu tirei para lhe dar.
Era moda trocar fotos com dedicatória.
Atrás dela ele escreveu: 
"Zezé, com a mais elevada das paixões 
e o mais sublimes dos amores." 
Zezé era meu apelido!
Bem, muita coisa aconteceu 
e sempre longe ele morava. 
Escrevíamos lindas cartas.
Não sei como , quando e porque 
ele  se mudou e comigo terminou.
Choro, tristeza, muita tristeza...
Desencanto.
 "Num segundo do tempo, você chegou,
  Num segundo do tempo, você se foi
e tudo levou...
nem meu coração, comigo deixou."


Muitos rapazes começaram a se aproximar 
pedindo- me em namoro, insistiam,
mas eu só tinha desencanto e o coração fechado
Para amenizar a dor fui para outra cidade. 
Lá um rapaz queria me namorar, e lá
fomos assistir o Candelabro Italiano, mas
nada me fazia feliz. 
Os dias se passavam lentamente, irremediavelmente...
Parecia que aquele desencanto ia levando para bem longe a minha fé nele.
              Nove meses gestando dor, saudades, sem nada saber. 
E o silêncio se rompeu. 
A alegria renasceu!
O ônibus parou e ele, de surpresa chegou.
O desencanto acabou.
Desencantos ainda, no decorrer de nossas vidas existiram, 
mas juntos superávamos.



"Tu estás em mim
Para sempre...
No meu coração 
Tatuado."

Varandas Azuis


Olá, queridas meninas, confesso que foi difícil fazer essa parte. Nem do meu agrado ficou, 
mas  aqui está a  lição 
que meu coração muito machucou!  
Cumpri a missão.
Obrigada ! 
Abraço-as ternamente!

46 comentários:

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida Maria Luíza

"Tu és o orvalho que me beija"...
(Meliss)

Em pleno período pascal nos reencontramos para tecer o nosso Desencanto... entrelaçar partilhas de coração a coração...

Hoje é um dia em que lágrimas rolam em minha face e, ao ler a sua postagem, vejo os pontos em comum que temos no Encanto e Desencanto do nosso amor de "meninas"...
Peço a Deus que ele nos conserve só pra Ele e que o nosso amor que desencantou para nós fique bem guardadinho num cofre lindo do coração do Pai...
Que Ele saiba nos proteger de todo o mal!!!

Obrigada por sua participação e nos vemos no próximo mês se Deus quiser!!!
Bjs de Paz e Esperança junto com o meu carinho fraterno

"Meu coração orvalhado
pleno de gratidão,
agradece a Deus"...
(Élys)

Mary disse...

Ah o amor e seus encantos, e ate seus desencantos, parabens, bela postagem.
bjs

elvira carvalho disse...

Desencantos de menina, geralmente não duram muito. Nove meses deve ter-lhe parecido um século. Mas ainda bem que o desencanto acabou.
Um abraço e bom Domingo

✿ chica disse...

Lindo desencanto tão bem contado.E esse CANDELABRO ITALIANO faz parte das nossas vidas,heim? rs Adorei ler!beijos, aqui8 no último dia deles,que ainda dormem...Amanhã se vão!!!chica

Reinaldo Fonseca - Pascom Paroquial disse...

Olá! Fiquei alguns dias sem visitar os blogs dos amigos devido à falta de tempo, mas com grande alegria que vejo que continua lindo seu trabalho aki no blog através de suas postagens. A DIVINA MISERICÓRDIA, que hoje celebramos é garantia e força para o desempenho de nossa missão.
Grande abraço, uma ótima semana para vc, na Paz e no Amor de Cristo ressuscitado,

Reinaldo Fonseca
Paróquia São Pedro e São Paulo

Eva Sabbado disse...

Oi minha amiga, linda demais sua participação na blogagem coletiva, também participei e coloquei a mesma imagem do coração com a segurança, sem saber que vc tinha colocado, pura coincidência de pessoas que tem gostos em comum, parabéns, Maria Luiza, adorei o teu post! bjos.

COLHENDO FLORES ENTRE ESPINHOS disse...

Um domingo muito feliz para ti
bjs
juliana

Emanuel disse...

Acho que essa foi a BC mais difícil que já participei. Você partilhou da mesma dificuldade.
Um beijo!
http://migre.me/8GBkK

Clara disse...

Que lindo!!!!!

Naquele tempo tudo era mais difícil, porque tinha aquele amor eterno, aquele encanto (minha avó me contava muitas histórias), e esperas, esperas, esperas....

Amei!!!

Beijos e ótimo domingo!

Valéria disse...

Oi Maria Luiza!
Que emocionante! O amor nos prega peças e vamos do encanto ao desencanto, mas graças a Deus que quando existe o verdadeiro amor tudo é superado, menos a dor da perda.
Beijinhos e um lindo domingo!

Sandra Portugal disse...

Desencantos e encantos! Lições de vida, aprendizados.
obrigada por partilhar
bjs Sandra
http://projetandopessoas.blogspot.com//

Tetê - Sem Neuras disse...

Oi Maria Luiza! Esse é um exemplo de que nem o desencanto dura para sempre. A vida às vezes pede um tempo para renovar as energias! Também estou participando da BCAP. Tetê - http://avaliandovida.blogspot.com

RUTE disse...

Olá amiga,
fiquei baralhada...
Este semi-desencanto foi com o mesmo?
Seu grande amor de toda a vida, lhe pregou um susto de nove meses sem noticias? Foi isso?
E eu que pensava que tudo tinha sido sempre rosas na sua vida!!
Que bom que o desencanto terminou em bem e que durante muitos anos viveram felizes, conforme a gente acompanhou na BCFV.
Beijinhos além-mar.
Rute

pensandoemfamilia disse...

Partilhou seu encanto e desencantos, mas que como se pode observar é apenas o lado da mesma moeda. Assim, é tudo na vida.
Bom domingo
bjs

Calu disse...

E a cumpriu lindamente adornando os desencantos com poemas sutis que revelaram tuas emoções a um tempo de sonhos desfeitos e recompostos.Que lindo!!!
Bjkas amiga,
Calu

Regina F.Murbach disse...

Eu amei seu presente, muito obrigada, ele tem muito valor pois foi feito por vc e isso não tem preço, o o amor e que paga. Deus te abençoe. Linda postagem, recordando os tempos da sua vida. Tenho a minha memória o Tony, como se eu ainda o visse hoje. bjs. Regina.

CamomilaRosaeAlecrim disse...

Olá! Que história e quanta emoção de anos e anos atras e de desencontros e reencontros durante a vida...mas é aí que conta...o que se construiu junto!
Bjs, uma ótima semana, muitas energias positivas e coragem pra vida!
CamomilaRosa

Geíza Bolognani disse...

Que bela história, um desencanto com final feliz! Engraçado como tudo é maior quando somos meninas... hoje sabemos que esse tempo - 9 meses - não é tanto, mas como deve ter doído na época...
Não há como separar dor e amor, infelizmente.
Bom domingo.

Lúcia Soares disse...

Maria Luiza, encanto e desencanto andam junto com o amor.
No começo os encantos são para tecer a teia que nos prende um ao outro. Depois, o desencanto vem desfazendo ponto a ponto, roendo a trama frágil da rede.
Quando o amor é muito, o encanto sai mas volta. Quanto o amor nada vale, melhor o desencanto da trama desfeita.
O seu foi um amor cheio de encanto e encantamento, que terminou por ordem do destino. Mas a trama está aí, pronta pra ser fechada outra vez, um dia, quem sabe...
Beijo e boa semana!

Zi disse...

a vida e essas memórias que nos enchem de alegria ao meio dos desencantos! adorei a postagem!

Rai disse...

Maria Luiza, obrigada pela visita.
Que belo post parabens.
Tenha uma semana cheia de luz.
Bjs,
Rai

Nilse e João disse...

Que encanto de blog. Parabéns.

Um abraço.

Suu Munizz disse...

Gostei muito da postagem Maria Luiza,adorei as fotos,acho muito legal ver a lembrança das outras pessoas sabe.
E a vida é assim,nem sempre o primeiro amor é só encanto.
Abraço querida e uma ótima semana,=)

Maria Luiza disse...

Amiga
Parabéns pela postagem, são palavras vindas do coração. Não deve ser fácil escrever sobre um sentimento tão complexo!
Mas a sua história de vida é linda, onde o amor está sempre presente, mesmo nos desencantos.
Beijos e uma linda semana

Maria Luiza disse...

Eu de novo!
Ultimamente estou trabalhando demais, agora já estou me organizando e em condições de visitar os amigos. Sempre que puder estarei por aqui.
Beijos minha amiga/xará

Ilaine disse...

Maria Luiza!

Ah, amiga, que bela narração. Estas histórias de amor tão lindas e tão puras precisam ser contadas. Um amor assim jamais é esquecido. Linda participação, Flor! E obrigada por nos deixar participar de sua vida.

Boa semana para você!
Muito carinho também!
Beijo

São disse...

E cumpriu muito bem!

E que maravilha poder compartir desencantos.

Um abraço grande

Socorro Melo disse...

Olá, Maria Luiza!

O desencanto machuca, e nos faz sentir as piores sensações, porém, nos ensina também a refletirmos sobre o que é ou não importante em nossas vidas... Que bom que a sua história teve um final feliz!

Beijos, amiga
Socorro Melo

Anne Lieri disse...

Luiza,mostrou bem todo desencanto que sofreu seu coração e me emocionei!Muito linda participação!bjs e boa semana!

Josy disse...

Maria Luiza vim ver sua participação, e achei lindo, as fotos antigas, tenho umas parecidas, é muito gostoso esse reencontro, acabando com o desencanto que lhe feriu o coração. O amor é feito de muitos encantos e desencantos.Linda sua participação, bem tocante. Obrigada pela sua visita e o comentário carinhoso. Bjos uma ótima semana.

Lulu disse...

Infelizmente o desencanto dói e a gente tem que encontrar forças para se levantar e dar a volta por cima.
Big Beijos

Lulú disse...

Olá Maria Luiza.
Na sua idade foi um desencanto muito dolorido, pois você era muito jovem. Posso imaginar sua alegria quando o desencanto acabou!
Beijos
Maria Luiza (Lulú)

Leninha disse...

Maria Luíza querida,

Já dizia o poeta:

São só dois lados.
Da mesma viagem.
O trem que chega.
É o mesmo trem da partida.
A hora do encontro.
É também de despedida.
A plataforma dessa estação ...

E vamos vivendo nossos encontros e desencontros,nossos encantos e desencantos,pela vida afora.E quando se tem treze anos,e se assistiu Candelabro Italiano,as coisas tem uma proporção enorme...também tive minha parcela.
Ainda bem que existiu um final feliz e a lembrança que ficou foi de momentos felizes.
Bjssssss,
Leninha

varandasazuis (ania n. lepp) disse...

Oiêe...Maria Luiza! Que coisa mais linda de se ler...purinha emoção, lindo demais! Obrigada por intercalar seu maravilhoso texto com meus versinhos...amei! Um beijo enorme...linda semaninha prá vc!

Adri disse...

Maria Luiza, você conseguiu fazer uma cronologia desencanto/encanto e mostrou que nada é para sempre (nem as coisas ruins e, infelizmente, nem as boas). Muito bonita sua participação! Beijos!

Lina disse...

Olá, Maria Luiza! O desencanto torna o reencontro muito mais lindo!Pelo que vi o seu coração nunca se deixou esmorecer!Lindo texto, adorei!
Beijinhos

Filha do Rei disse...

Linda história, apesar do desencanto.Bjs

Luma Rosa disse...

Que história linda, Maria Luiza! Você passou por um período de aprovação grande! Nome meses gestando um desencanto, não sabendo se o seu amor iria voltar. A vida não mais teria sentido!! E que grande alegria ter de novo seu grande amor!!
Essa história serve de exemplo para uma atualidade tão imediatista!! Lindo de se ver, lindo de se sentir!! Fiquei bastante emocionada com a sua história. Eu queria saber de mais alguém tão persistente em seu querer!!
Você é linda!! Beijus,

Luciano A.Santos disse...

Maria Luiza, me emocionei de verdade. Não é fácil sentir na pele o desencanto, ainda mais desencanto de amor, mas acho que, lá no fundo, ele nos ensina a evoluir, e é parte importante do processo de amadurecer.

Grande beijo ;)

Virginia Jesus Fassarella disse...

Maria Luiza, a sua história de amor é um exemplo para todos. Se todos amassem como você a vida teria outro significado. Um grande beijo.

Cheiro de Vanilla disse...

Que historia bonita e triste ao mesmo tempo.
No fim nao entendi direito, ele voltou e vcs ficaram juntos felizes pro resto da vida?
Bjs me conta.

xunandinha disse...

Querida Luísa,linda sua história pois é uma história de vida real como a minha,aliás em meu blog eu já escrevi minha história de vida desde que me lembro,só que o meu final não foi bem com seu,vou tentar vir aqui mais vezes gostei da sua maneira de escrever ,como eu sou simples,oobrigada ,beijos

Lu Souza Brito disse...

Oi Luiza,

Uma historia real com encanto, desencanto e superação. Que bom que foi firme no propósito der esperá-lo, apesar do coração machucado.
Obrigada por sua visita ao Lichia Doce.
Beijo

Lílian Almeida disse...

Ai gente , dor de amor tão novinha, é um desencanto mesmo, a gente já "bitela" sofre imagina com essa idade , rsss
Lindissima participação !
Beijo amiga !

Lucinha disse...

Maria Luiza,

Sua participação ficou maravilhosa!
Foi um pequeno desencanto, mas tudo mudou e vocês tiveram um linda vida juntos.
Até e seu desencanto foi lindo.

Beijos

Bel Rech disse...

Que linda postagem...com final feliz...mesmo com o desencanto, tudo passa , mas o melhor é encantar de novo!
Estou atrasada com meus comentárias...
Paz e bem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...